Follow by Email

domingo, 29 de setembro de 2013

APRESENTAÇÃO DO TEMA DA PESQUISA 

A  ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA COMO OBJETO DE ESTUDO LIGADO A PSICOLOGIA EVOLUTIVA INFANTIL







O assunto da Cognição, Afetividade e Cultura, do qual tratou um Curso da UNESP de Assis,  provavelmente teve origem no conhecimento do GT da ANPEPP (Associação Nacional de Pesquisa e Pós Graduação em Psicologia).
O autor, organizador, Sérgio Silva Leite, que é da Faculdade da UNICAMP, com um interesse coletado em um Memorial http://www.fe.unicamp.br/alle/memoriais/SergioLeite.pdf, publicou um livro Cultura, Cognição e Afetividade, editado em 2002 pela Casa do Psicólogo, onde ele nos lança bases para o conhecimento superior, da Alfabetização Científica, onde sairemos do círculo das Ideologias e da Metodologia sócio interacionista, de cunho construtivista e veremos a Alfabetização e as relações entre Educador e educando com um viés cientifico ancorado em autores como Maturana, Varella, Morin, Piaget, Bowlby, entre outros autores presentes no Curso e no GT da ANPEPP.
Acredito que a Pesquisa científica  de caráter individual por parte de uma professora primária na área da Educação e da Psicologia, sem o fomento de instituições como CNPQ , FAPESP e CAPES, encontra um terreno árido e sem possibilidades como fazer Poesia.
Poesia e Pesquisa Científica são áreas que matam de fome no caráter individual e que dão pleno reconhecimento em caráter corporativista, se você tiver uma rede de relações certas, ser a pessoa certa no momento certo.
Na Faculdade, tendo uma tarefa do temido Pré Projeto de Pesquisa, e precisando escolher um tema, eu indaguei a uma Professora o que seria aceitável para que eu pudesse lograr êxito.
Ela me ofereceu justamente esse assunto que me despertou interesse nos tempos de agora: Psicologia Evolutiva infantil baseada em Piaget. Resolvi falar das condições de desigualdade da mulher no mercado de trabalho e não fui muito feliz na abordagem, porque aquele era meu primeiro Projeto.
Saindo do campo do Egocentrismo, e me amarrando aos ditames de Slavoi Zizek ( Alguém disse Totalitarismo? Cinco intervenções no (Mau) Uso de uma noção){ Trad. Rogério Bettoni}, a democracia liberal tem suas limitações seus mecanismos não são fortes o suficiente para controlar problemas ecológicos e econômicos (p.03, Ilustríssima, Folha de São Paulo).
Vejo de outra forma o meu problema de Pesquisa: se dermos igualdades de condições a mulheres e homens, a sociedade saberá lidar com isso?
No campo que lhe é próprio, o da exploração de seu próprio corpo, como moeda de troca, a facilitação da abordagem masculina ou a oferta explícita das mulheres alterou em muito o campo da sexualidade e da sensualidade: acabou-se o mistério, o prazer da conquista e os homens (alguns)  estão interessados em outros homens.
Se vencermos mais essa barreira, a estrutura estatal sobre nossas mentes e corpos, alterará seu curso. Um exemplo disso o de não saber fazer uso da liberdade, foi a violência de vândalos nas manifestações populares, destruindo  patrimônio público.

Mas voltando ao que interessa, entrando na Direita como condicionante e como necessidade, aceito com interesse o pesquisar a Psicologia Evolutiva da criança na área da Educação e suas vertentes:Medicalização da Sociedade , Metodologias de ensino, Ideologias reflexivas e refletoras. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário