Follow by Email

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Comida, representação social

A Psicologia da Comida

Fonte: VERONESE, Marília Veríssimo; GUARESCHI, Pedrinho A. (Orgs.). Psicologia do cotidiano: representações sociais em ação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007. 312 p. Patricia Caldeira Tolentino∗

A Professora precisa comer para trabalhar, alunos pobres precisam comer para estudar

"Denise Amon e David Maldavski trazem ao âmbito da Psicologia Social o tema comida, considerando que, historicamente, a Psicologia abordou a comida de uma forma individualista, baseada no modelo mecanicista. Os autores realizam uma profunda revisão de literatura antropológica, sociológica e psicológica, enfatizando abordagens distintas da comida e das práticas da alimentação. A teoria das Representações Sociais é apontada como subsídio para a hipótese de que a comida pode ser narrativa social, trabalhando com o conceito de voz da comida, que trata das práticas alimentares como narrativa que possibilita trazer o contexto sócio-histórico dos sujeitos. O artigo menciona a pesquisa empírica que buscou conhecer os signifi cados da comida e das práticas da alimentação para clientes e equipe de trabalho de um bistrô no sul do Brasil, em que se destaca a narrativa cotidiana da comida como nutrição e vida." 

Nenhum comentário:

Postar um comentário