Follow by Email

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Ler... é preciso





Como diria a nossa célebre Elianeth Kantack, Ler é preciso, (e eu completo humildemente,mais humilde que demente. Embora o alimentar-se de Educação já me move o juízo), a informação que fica absorvida da leitura não é precisa.
Cada um recebe o alimento de um jeito, e como diria a amada Nina Horta, nem todo alimento sabe bem ao estômago.
Tenho muitos projetos,um compatíveis outros incompatíveis.Mas planejar também preciso.
Como minha criança vai receber o meu planejamento, se a minha aula
vai  ser feliz, só Deus sabe.
Mais um Projeto. E se der certo, novas fotos irão colorir meu blog.


Parceria entre família e escola
Trabalhar Projeto de Leitura
Projeto de Leitura

VOCÊ É O LEITOR
Objetivos
·      Incentivar a Cultura leitora entre as famílias de nossas crianças:
·      Incentivar práticas de leitura entre as famílias;
·      Despertar nas famílias a co-construção do Processo Ensino Aprendizagem de nossos alunos;
Material:
·      Livros de Leitura do acervo da escola a disposição das famílias;
·      Fantoches
·      Lápis de cor, cadernos de Artes, sulfite para reprodução da história contada;
·         Sugere-se que o leitor ou a leitora comece um desenho coletivo;


Conteúdos
·      Sala de aula
·      Grupos de alunos e alunas
·      Professora como mediadora
Avaliação
Ao final do ano,espera-se que as famílias tenham aumentado a solicitação de material de leitura para suas crianças.
È previsto também que se expanda o interesse das famílias pela sua própria formação intelectual;
Formação De Bons Hábitos
Promover e incutir hábitos e técnicas de estudo, participação em aula, leitura e aprendizagem colaborativa, entre outros se constituem em objetivo primordial da escola. – afinal, a escola deve ensinar o aluno a aprender a aprender.
Estas práticas normalmente devem ser feitas de forma sistemática, através das atividades rotineiras de ensino. É assim que o professor vai ensinando e habituando o aluno a acompanhar as aulas, a participar ativamente das atividades individuais e de grupo, a trabalhar em projetos com metas e duração determinadas, a adquirir métodos de consulta a dicionários, enciclopédias e fontes de informação.  A prática de resumir e sintetizar informações, fazer trabalhos de casa de forma independente, a estudar sozinho e, sobretudo, a desenvolver o gosto e o hábito pela leitura são práticas que devem ser desenvolvidas tanto na escola como nas famílias. Os gestores das escolas devem promover programas especiais para desenvolver esses hábitos e para ajudar os pais a apoiarem os filhos, constituindo-se em medidas preventivas e eficazes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário